A minha carne é verdadeira comida


A minha carne é verdadeira comida
e o meu sangue é verdadeira bebida
Quem come a minha carne e bebe o meu sangue
permanece em Mim e Eu nele


Obra da autoria do Pe. Fernandes da Silva para a Comunhão. Trata-se de uma bela música, harmonizada para 4 vozes mistas e órgão, que poderá ser utilizada em diversos domingos do Tempo Comum, inclusive no 15º Domingo Comum.


0 comentários :