Dai a paz, Senhor


Dai a paz, Senhor, aos que em Vós esperam
E escutai as preces do vosso povo

Mais uma bela composição da autoria do Pe. Manuel Faria!
Uma música acessível à maioria dos coros e que poderá ser utilizada diversas vezes, como Cântico de Entrada, ao longo do Tempo Comum. É adequada também para a comemoração de todos os fiéis defuntos.

Dai a Paz, Senhor

1 comentário :

  1. Manuel Faria, de saudosa memória, foi um notável lutador pela pureza e qualidade da música na Liturgia. Após o seu falecimento em 83, jamais se ouviu alguém verberar as "estouvadices" que se ouvem em muitas das nossas celebrações. Os jovens parece que já não precisam de mestres. Os múltiplos sítios da internete são a "fonte" de inspiração
    Tudo bom, tudo santo! Quer os instrumentos quer as melodias que se usam na maior parte das nossas Igrejas nada têm a ver com a cultura dos progenitores de quem as executa e nada deixam para, no futuro, recordar. Nenhum cãntico jovem- mas o que será isto?- é executado por uma assembleia em oração com gente madura (50-70 anos). Mas o "queremos Deus" ou o "santos anjos e arcanjos"... todos cantam ainda que de uma forma imperfeita e arrastada.
    Vem, Manuel Faria, e inspira jovens, padres e leigos, na sã doutrina da música litúrgica. Intercede pelos pastores que não são capazes de passar além da meia dúzia de cordas de uma viola pessimamente rasgada e nunca dedilhada. Pede ao Divino Espírito, a quem te dirigiste em expressivas lágrimas, que ilumine os pastores no caminho da perfeição de uma oração cantada com alma e simplicidade espiritual. Continuo a admirar-te e a ser teu discípulo. Mas sinto-me impotente para conter esta "lascívia" musical.
    Costa Gomes

    ResponderEliminar